ATIVIDADES/EXERCÍCIOSTeoria da Comunicação

TEORIA DA COMUNICAÇÃO 6 – Uso dos sinais de pontuação

By 25 de janeiro de 2011 No Comments

TEORIA DA COMUNICAÇÃO 6 – Uso dos sinais de pontuação

A pontuação e o entendimento do texto.

“O enunciado não se constrói com um amontoado de palavras e orações. Elas se organizam segundo princípios gerais de dependência e independência sintática e semântica, recobertos por unidades melódicas e rítmicas que sedimentam estes princípios. Proferidas as palavras e as orações sem tais aspectos melódicos e rítmicos, o enunciado estaria prejudicado na sua função comunicativa. Os sinais de pontuação, que já vêm sendo empregado desde muito tempo, procuram garantir no texto escrito esta solidariedade sintática e semântica. Por isso, uma pontuação errônea produz efeitos tão desastrosos quanto o desconhecimento dessa solidariedade a que nos referimos.”

( Evanildo Bechara. Moderna Gramática Portuguesa. 37a. Edição, Editora Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 209, pag. 606)

Você encontra orientações sobre o uso dos sinais de pontuação no Roteiro de Estudo 6, do Curso de Redação, publicado neste “site”.

A. O digitador esqueceu de pontuar o texto abaixo. Por favor, coloque a pontuação necessária:

1.          No dia seguinte às três da tarde apareceu um jovem magro que trazia uma mensagem

Seu José o pedreiro mandou lhe chamar

Que pedreiro

O pedreiro Virgulino

Seu José ficou desconfiado

Mandou me chamar

Mandou sim

Tem certeza  Esse tal Virgulino quer falar comigo mesmo

O jovem foi categórico

Claro que quer  Por acaso eu viria aqui à-toa

2.          Qual é a profissão de seu pai Luciano

Gerente de supermercado

E a de seu pai Mariano

Marceneiro

E Dona Clara como quem não quer nada

E o seu pai faz o quê Edinho

Edinho nem pensou duas vezes

Astronauta

3.   Numa sala ao lado da recepção Barnard dava sua entrevista para a imprensa mundial  Procurando vender uma boa imagem mostrou-se profundamente modesto afirmando que não fizera nada de excepcional porque uma cirurgia de coração não era assim tão complicada  O coração afirmou é apenas uma espécie de motor

4.     O leão fugindo do circo vinha correndo pela rua quando viu um senhor à sua frente  Aí caminhou pé ante pé bateu delicadamente nas costas do senhor e disse disfarçando a voz leonina o mais possível

Cavalheiro tenha cuidado e muita calma acabei de ouvir dizer que um macaco fugiu do circo agora mesmo

O cavalheiro ouvindo o aviso voltou-se viu o leão e morreu de um ataque do coração O leão então murmurou tristemente

Não adianta nada  É tal a nossa fama de ferocidade que matamos mesmo quando queremos agir em favor do próximo

B. Use a vírgula onde for necessário:

1) – Qual é a profissão de seu pai Luciano?

2) – Onde você nasceu Paulinho?

3) – Papai posso sair com meus amigos?

4) – Ele é o quê Edinho?

5) – Edinho está falando a verdade professora!

6) – Nosso time venceu Jorge.

7) – Não acredite nele Dona Clara.

8) – Jorge nosso time venceu.

9) – Luciano qual é a profissão de seu pai?

10) – Professor não entendi a lição.

11) Dona Clara professora de Geografia estava fazendo perguntas sobre a matéria.

12) Edinho menino criativo surpreendeu Dona Clara.

13) Neil Armstrong astronauta americano foi a primeiro homem a pisar na Lua em 1969.

14) O homem ser racional faz poesia música monumentos máquinas computadores veículos espaciais.

15) O homem animal contraditório fabrica armas que matam milhões num segundo.

16) Nelson Piquet piloto brasileiro foi três vezes campeão mundial de Formula 1.

17) Santos Dumont inventor do avião tornou-se o homem mais famoso da época sobrevoando a Torre Eifell em 1906.

__________________________________________________

GABARITO:

Questão A.

1.       No dia seguinte, às três da tarde, apareceu um jovem magro que trazia uma mensagem:

– Seu José, o pedreiro, mandou lhe chamar.

– Que pedreiro?

– O pedreiro Virgulino.

Seu José ficou desconfiado:

– Mandou me chamar?

– Mandou, sim!

– Tem certeza?  Esse tal Virgulino quer falar comigo mesmo?

O jovem foi categórico:

– Claro que quer!  Por acaso, eu viria aqui, à-toa?

2.  – Qual é a profissão de seu pai, Luciano?

– Gerente de supermercado.

– E a de seu pai, Mariano?

– Marceneiro.

E Dona Clara, como quem não quer nada:

– E o seu pai faz o quê, Edinho?

Edinho nem pensou duas vezes:

– Astronauta!

3.   Numa sala ao lado da recepção, Barnard dava sua entrevista para a imprensa mundial. Procurando vender uma boa imagem, mostrou-se profundamente modesto afirmando que não fizera nada de excepcional porque uma cirurgia de coração não era, assim, tão complicada.  O coração, afirmou, é apenas uma espécie de motor.

4.     O leão, fugindo do circo, vinha correndo pela rua quando viu um senhor à sua frente. Aí, caminhou, pé ante pé, bateu delicadamente nas costas do senhor e disse, disfarçando a voz leonina o mais possível:

– Cavalheiro, tenha cuidado e muita calma: acabei de ouvir dizer que um macaco fugiu do circo agora mesmo.

O cavalheiro, ouvindo o aviso, voltou-se, viu o leão e morreu de um ataque do coração. O leão, então, murmurou tristemente:

– Não adianta nada!  É tal a nossa fama de ferocidade que matamos, mesmo quando queremos agir em favor do próximo!

Questão B.

1) – Qual é a profissão de seu pai, Luciano?

2) – Onde você nasceu, Paulinho?

3) – Papai, posso sair com meus amigos?

4) – Ele é o quê, Edinho?

5) – Edinho está falando a verdade, professora!

6) – Nosso time venceu, Jorge.

7) – Não acredite nele, Dona Clara.

8) – Jorge, nosso time venceu.

9) – Luciano, qual é a profissão de seu pai?

10) – Professor, não entendi a lição.

11) Dona Clara, professora de Geografia, estava fazendo perguntas sobre a matéria.

12) Edinho, menino criativo, surpreendeu Dona Clara.

13) Neil Armstrong, astronauta americano, foi a primeiro homem a pisar na Lua, em 1969.

14) O homem, ser racional, faz poesia, música, monumentos, máquinas, computadores, veículos espaciais.

15) O homem, animal contraditório, fabrica armas que matam milhões num segundo.

16) Nelson Piquet, piloto brasileiro, foi três vezes campeão mundial de Formula 1.

17) Santos Dumont, inventor do avião, tornou-se o homem mais famoso da época sobrevoando a Torre Eifell, em 1906.

Leave a Reply