ATIVIDADES/EXERCÍCIOSLiteratura

ATIVIDADE DE LITERATURA 2 – TROVADORISMO – Nível Médio e Superior

By 1 de abril de 2011 One Comment

ATIVIDADE/EXERCÍCIO DE LITERATURA 2

PERÍODO LITERÁRIO: Trovadorismo

Nível: Médio e Superior

Para responder aos exercícios de compreensão de texto é preciso:

  1. ler atentamente o texto completo;
  2. ler atentamente cada uma das alternativas, comparando o que elas afirmam com as afirmações do texto;
  3. selecionar a alternativa correta;
  4. mesmo que você tenha absoluta certeza de que a alternativa escolhida é a correta, não deixe de ler as outras, pois sempre há a possibilidade de que outra alternativa se aproxime mais do conteúdo do texto.

TEXTO 2

1.          “É preciso dizer que, na Idade Média Portuguesa, ao lado de uma poesia alheada da realidade concreta, outra se realiza de caráter menos abstrato, em que mais se “conta” do que se “canta”, em que o íntimo sentimento se traduz na ação exterior; caracteristicamente, portanto, lírico-dramática. Refiro-me às chamadas “cantigas de amigo” e “pastorelas”.

2.          As primeiras transportam-nos, na verdade, para dentro da vida amorosa medieval. Aqui e além, se o namorado é distante, sabemos que vai no “fossado de El-Rei”, ou se encontra “onde El-Rei arma navios”. A confidência da donzelinha é, mais de uma vez, pormenorizada: sabemos não apenas suas reações íntimas perante a requesta, mas do próprio teor desta somos informados, mesmo quando o pudor impediria de o dizer. Depois, acompanhamos a namorada à romaria, onde a devoção pelo santo, quando não acende a esperança de seu favor aos apelos do coração amante, é apenas disfarce da devoção mais viva pelo amigo, a quem é preciso mostrar-se, bailando. E as idas a Vigo, na ansiosa expectação das caravelas; à fonte, onde a demora com o namorado se desculpa com “as cervas do monte que turvam a água”; e até os encontros noturnos, onde a castidade normal desta poesia fica seriamente comprometida – eis aspectos da vida, surpreendidos no garrular interminável das confidências à mãe ou às amigas, quando não às “ondas do mar de Vigo”, às “flores do verde pinho”, às “cervas do monte”. Tudo isto nos provoca a sair do mundo interior para a fresca visão de um mundo em cuja convencional pintura não faltam, todavia, toques de realismo, de acre sabor, às vezes.

3.          As pastorelas exemplificam igualmente esta mirada sobre a realidade objetiva. É convencional a requesta da pastorinha pelo cavaleiro e o diálogo que leva à repulsa ou à aceitação do amor de ocasião.

4.          Não parece, contudo, paradoxal que a variedade de temas e formas se encontre antes na poesia popularizante que mais parece próxima das origens? A razão é que a cantiga de amigo é ainda suscitada pela vida e a de amor é elaborada pelo artifício.”

(CIDADE, Hernani. O Conceito de Poesia como Expressão de Cultura. 2ª edição, 1957, Armênio Amado, Coimbra)

VOCABULÁRIO:

Requesta – pretender o amor de alguém

Garrular – tagarelar

Acre – azedo

Marque a única alternativa correta no conjunto das quatro apresentadas.

O texto acima afirma que:

1.a (    ) quando a poesia assume um caráter menos abstrato ela deixa de ser cantada.

b (    ) quando a poesia trovadoresca se aproxima da realidade concreta, ela assume característcas lírico-dramáticas.

c (    ) que as cantigas de amigo e pastorelas são alheadas da realidade concreta.

d (   ) os sentimentos íntimos, banidos das poesias mais ligadas à realidade, são substituídos por ação exterior.

2. a (   ) expressões como ir ao “fossado de El-Rei”, ou “estar onde El-Rei arma navios”, que exprimem circunstâncias intimamente ligadas à vida medieval portuguesa, aparecem nas cantigas de amigo, o que as torna mais documentais.

b (   ) a pormenorizada confidência da donzelinha impede referências a situações concretas, típicas da sociedade medieval portuguesa.

c (   ) cheia de pudor, a donzela que se confessa na cantiga de amigo omite detalhes importantes da requesta amorosa, tornando-a, aparentemente, platônica.

d (   ) era tão acentuada a religiosidade da Idade Média que nas cantigas denominadas “romarias” a devoção pelo santo substitui a confissão do sentimento amoroso.

3. a (   ) o sentimento amoroso expresso nas cantigas de amigo é uma simples e interminável confidência à mãe, às amigas ou à natureza.

b (   ) há toques de realismo nas cantigas de amigo.

c (   ) a requesta de uma pastorinha é puramente convencional.

d (   ) a requesta da pastorinha e a presença de diálogo levando à aceitação ou recusa da proposta constituem as cantigas de amigo.

__________________________________________

GABARITO

1. b        2. A        3. B

One Comment

Leave a Reply