GramáticaNoções de Sintaxe

SINTAXE 5 – Predicação verbal. Verbos intransitivos, transitivos e de ligação. A mudança de transitividade de acordo com o significado do verbo na oração.i

By 3 de abril de 2011 48 Comments

NOÇÕES DE SINTAXE – ROTEIRO Nº 5

1 – TEMA: Predicação verbal. Verbos intransitivos, transitivos e de ligação. A mudança de transitividade de acordo com o significado do verbo na oração.

2 – PRÉ-REQUISITO:

. Ler com compreensão.

. Ter concluído com êxito, o estudo dos Roteiro 1, 2, 3 e 4 desta Série.

. Ter conhecimento básico das classes de palavras, estudadas na Série Noções de Morfologia (www.portuguesirado.com)

3 – META: Ao concluir o estudo deste Roteiro, o aluno deverá ser capaz de:

. identificar verbos intransitivos, transitivos e de ligação

. determinar a predicação verbal de acordo com o significado do verbo na oração.

4 – ATIVIDADES DE ESTUDO: Ler com entendimento é pré-requisito para se aprender qualquer coisa atra­vés da leitura. Por isso, leia os textos com bastante atenção. Sem pressa. Não pule frases ou trechos, por achar que não são importantes. Quando não souber o significado de alguma palavra, consulte o dicionário. Portanto, faça o seguinte:

a) Tenha um dicionário de Português ao seu alcance, para consultá-lo sobre as palavras que você desco­nhece o significado;

b) Procure um lugar sossegado para ler os textos e fazer os exercícios;

c) Leia primeiro o texto; faça em seguida os exercícios; compare suas respostas com o gabarito e veja o que errou; retorne ao texto para verificar o porquê do erro.

5 – PÓS-AVALIAÇÃO: Após ter feito o estudo dos textos e os exercícios, responda às questões propostas na Auto-avaliação. Creio que você agora, acertará todas. Caso isso não aconteça, consulte as orientações dadas nas Atividades Suplementares.

6 – ATIVIDADES SUPLEMENTARES: Se você não conseguiu alcançar 80 pontos na Pós-avaliação, volte à leitura dos textos, agora com mais atenção. Sem pressa. A leitura com compreensão é a base da aprendi­zagem.

_________________________________________________________

ANEXO A – A PREDICAÇÃO VERBAL ou TRASITIVIDADE VERBAL

Como dissemos no Roteiro 1 desta Série, o estudo da Sintaxe é importante para que façamos a interpretação correta de um texto. Vimos também que o verbo é a palavra que possui importância primordial na estrutura de uma oração, pois é em torno dele que as outras palavras ganham vida.

Predicação verbal é, portanto, o estudo dos verbos relacionado às palavras que completam os seus significados.

A predicação verbal verifica se um verbo necessita de outra palavra ou não, para ter o seu sentido completo.

A análise da transitividade do verbo é feita dentro da oração. Isoladamente, um verbo não é transitivo nem intransitivo porque dependendo do seu significado pode estar empregado ora transitivamente, ora intransitivamente.

____________________________________________________________

ANEXO B – VERBOS INTRANSITIVOS

Observe a oração:  “Jesus chorou.” (João 11:35)

Na oração acima, o verbo chorar não tem necessidade de outra palavra para completar o seu sentido. Ele já possui toda a carga significativa para entendermos sua mensagem. Aos verbos que apresentam esta característica damos o nome de INTRANSITIVOS.

Portanto:

Verbos intransitivos são aqueles quem têm o seu sentido completo. Não precisam de outras palavras para lhes completar o sentido.

1. Baseado nas orações abaixo complete a afirmação:

Pedro chegou.   As crianças dormem.    Um avião caiu.

 

a) Os verbos em destaque são ______________ porque _______________ de outras palavras para completar o seu sentido.

_____________________________________

Gabarito – intransitivos, não precisam

______________________________________

ANEXO C – VERBOS TRANSITIVOS

Agora observe as orações:

  1. “…toda árvore boa produz…” (Mateus 7:17)
  2. “Confia…” (Provérbios 3:5)

Dizer apenas isto é insuficiente para entendermos a mensagem. Há necessidade de outras palavras para completar o sentido dos verbos “produzir” e “confiar:” Completemos, então, o resto das orações:

  1. “…toda boa árvore produz bons frutos…”
  2. “Confia no Senhor…”

Na oração 1, o sentido do verbo produzir foi completado com a expressão “bons frutos” composta de adjetivo + substantivo.

Na oração 2, o sentido do verbo “confiar” foi completado com uma palavra (Senhor) que se liga ao verbo por preposição combinada com artigo (em + o = no).

Os verbos que apresentam essas características são chamados de TRANSITIVOS.

Portanto:

Verbos transitivos são aqueles que precisam de outras palavras para lhes completar o sentido.

Para compreender bem como funcionam os verbos transitivos na oração, você precisa saber que, na frase, as palavras aparecem relacionadas umas às outras, formando um significado.

Para demonstrar que entendeu bem a explicação acima, faça o que se pede:

2. Complete as orações abaixo, escolhendo as palavras adequadas a cada uma delas.

A avenida – Helena – tristeza – o queijo – uma lição – precisam – não precisam – intransitivos – transitivos

a)     Pedro sentiu ____________________

b)     Eu percorri _____________________

c)     O professor explicou ______________

d)     Você ama _______________________

e)     O rato roeu ______________________

f) Os verbos das orações acima são ___________________ porque ______________ de outras palavras para lhes completar o sentido.

3. Sublinhe os verbos das orações abaixo e escreva nos parênteses se são transitivos ou intransitivos:

a) Nós terminamos o exercício. (_______________)

b) A criança sorriu. ( _________________)

c) Os moradores ouviram um grito. (_________________)

d) Os aluno entenderam a lição. (____________________)

e) O professor saiu. (__________________)

f) Ele perdeu seu dinheiro. (________________)

____________________________________________________

GABARITO

Questão 2.

a)      Pedro sentiu tristeza

b)      Eu percorri a avenida

c)      O professor explicou uma lição

d)      Você ama Helena

e)      O rato roeu o queijo

f) Transitivos – precisam

Questão 3

a) Nós terminamos o exercício. (transitivo)

b) A criança sorriu. (intransitivo)

c) Os moradores ouviram um grito. (transitivo)

d) Os aluno entenderam a lição. (transitivo)

e) O professor saiu. (intransitivo)

f) Ele perdeu seu dinheiro. (transitivo)

________________________________________________________

ANEXO D – VERBOS TRANSITIVOS DIRETOS, TRANSITIVOS INDIRETOS E BI-TRANSITIVOS.

Vimos no Anexo C que existem verbos que necessitam de complementos que podem ser ligados a eles sem preposição ou com preposição. Veja os exemplos:

“…a árvore má produz frutos maus…” (Mateus 7:17)

O verbo “produz” tem o complemento, “frutos maus”, ligado a ele sem preposição. Nessa situação, ele é chamado de verbo transitivo direto.

“Confia no Senhor…”

O verbo confiar tem o complemento, “no Senhor”, ligado a ele por preposição (no). Nessa situação, ele é chamado de transitivo indireto. A diferença entre um e outro é a presença ou não da preposição ligando-o ao complemento.

Às vezes, o verbo, para ter seu sentido completo precisa de dois complementos. Veja o exemplo:

“Afasta o teu caminho da mulher adúltera.”(Provérbios 5:8)

Se dissermos: “Afasta…” e pararmos aqui, quem nos ouve ou lê não entenderá a mensagem. Certamente fará as seguintes perguntas: o quê deve ser afastado? E de quem deve ser afastado? Porque o bom senso nos diz que quem afasta, afasta alguma coisa de alguém, não é mesmo? O significado do verbo afastar para ser completo precisa de dois complementos: um sem proposição (o teu caminho) e outro com preposição (da mulher adúltera).

Verbos com essas características são chamados de bi-transitivos, também conhecidos como transitivos diretos e indiretos.

Até aqui temos visto que:

  • existe uma relação entre o verbo transitivo e seus complementos;
  • a relação entre o verbo e seus complementos é necessária para que a oração tenha significado completo, integral.
  • os complementos do verbo transitivo podem ser ligados a ele sem preposição ou com preposição
  • os verbos transitivos diretos não precisam de preposição para se ligar ao seu complemento
  • os verbos transitivos indiretos exigem uma preposição para se ligar ao seu complemento

Vamos fixar o que aprendemos fazendo o exercício abaixo:

4. Sublinhe os verbos das orações e classifique-os em intransitivos, transitivos direto, transitivos indiretos ou bi-transitivos:

a)     Meu gato morreu.

b)     Nunca vi um ouriço.

c)     Você quer um sorvete?

d)     O Ernesto escorregou.

e)     Você gosta de circo?

f)      Não vendo minha bola

g)     Você acordou cedo.

h)     Quem sujou o tapete?

i)      O ônibus já partiu.

j)      O bezerro nasceu hoje.

k)      De repente, o ruído cessou.

l)      Preciso de paz.

m)   Perdi meu relógio.

n)     Não olhe para mim.

o)     Menino, corte o bolo!

p)     Já li esse livro.

q)     Eu pedi calma ao rapaz.

r)      Explique o caso a ela.

s)      Prometi um prêmio ao Luiz.

t)      Você fez loucuras.

u)     Já chegaram todos?

v)     Só comprei este disco.

________________________________________________________

GABARITO

a)      Meu gato morreu. Intransitivo

b)      Nunca vi um ouriço. Transitivo direto

c)      Você quer um sorvete? Transitivo direto

d)      O Ernesto escorregou. intransitivo

e)      Você gosta de circo? Transitivo indireto

f)       Não vendo minha bola. Transitivo direto

g)      Você acordou cedo. intransitivo

h)      Quem sujou o tapete? Transitivo direto

i)       O ônibus já partiu. intransitivo

j)       O bezerro nasceu hoje. intransitivo

k)      De repente, o ruído cessou. intransitivo

l)       Preciso de paz. Transitivo indireto

m)    Perdi meu relógio. Transitivo direto

n)      Não olhe para mim. Transitivo indireto

o)      Menino, corte o bolo! Transitivo direto

p)      Já li esse livro. Transitivo direto

q)      Eu pedi calma ao rapaz. Bi-transitivo

r)      Explique o caso a ela. Bi-transitivo

s)      Prometi um prêmio ao Luiz. Bi-transitivo

t)       Você fez loucuras. Transitivo direto

u)      Já chegaram todos? intransitivo

v)      Só comprei este disco. Transitivo direto

_______________________________________________________

ANEXO E – A MUDANÇA DE TRANSITIVIDADE DOS VERBOS DE ACORDO COM SEU SIGNIFICADO NA FRASE.

Os verbos podem mudar sua transitividade ou predicação, de acordo com o significado que der à oração. Às vezes uma mesma forma do verbo muda de significado dentro da oração. Veja:

1. “Então, o pai aspirou o cheiro da roupa dele…” (Gênesis 27:27)

O verbo aspirar, aqui, foi empregado no sentido de cheirar. Com esse sentido vai ser transitivo direto, isto é, terá um complemento sem preposição (o cheiro).

2. “Fiel é a palavra: se alguém aspira ao episcopado, excelente obra almeja.” (I Timóteo 3:1)

Aqui, o verbo aspirar foi empregado no sentido de desejar, pretender. Nesse sentido vai ser transitivo indireto, isto é, terá um complemento com preposição (ao episcopado).

3. “… Tu és Deus que …” (Gen. 16:13)

4. “… eu era cego e agora vejo…” (João 9:25)

5. “… porque o Senhor não , como o homem…”(I Samuel 16:7)

6. “… para que vendo, vejam e não percebam; ou ouvindo, ouçam e não entendam…” (Marcos 4:12)

O verbo ver, nos períodos acima, foi empregado com o sentido de usar os olhos, assim como os verbos ouvir, perceber e entender foram empregados no sentido de usar o ouvido, a percepção e o entendimento. Neste sentido são intransitivos.

Essa mudança de predicação de acordo com o significado de alguns verbos, tem sido alvo de polêmicas entre os gramáticos. É o caso de assistir, chamar, esquecer, ensinar, interessar, lembrar, obedecer, perdoar, responder, visar. O melhor caminho a tomar, nesses caso, é consultar um bom dicionário da Língua Portuguesa. Também, a consulta a bons autores de gramáticas se faz necessária. Indicamos dois deles:

  • Celso Ferreira da Cunha. Gramática da Língua Portuguesa, 12ª edição, FAE/Ministério da Educação, Rio de Janeiro, 1992.
  • Evanildo Bechara. Moderna Gramática Portuguesa, 37ª edição, Editora Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 2009.

___________________________________________________________________

ANEXO F – VERBOS DE LIGAÇÃO

Os verbos de ligação servem para estabelecer um elo entre duas palavras ou expressões. Não possuem um significado próprio como nos verbos intransitivos e transitivos. São chamados de verbo de ligação porque são destituídos de sentido próprio e servem apenas para ligar uma qualidade ou estado ao sujeito da oração. Os principais verbos de ligação são: ser, estar, andar, ficar, parecer, permanecer, continuar. Veja o exemplos:

1. “A terra, porém, estava sem forma e vazia…” (Gen. 1:2)

No exemplo, o sujeito é: a terra. A informação dada é o estado em que a terra se encontrava: sem forma e vazia. Neste caso, se retirarmos o verbo da frase, esta não sofrerá quebra de significado. Mesmo sem a presença do verbo, ainda entenderemos a mensagem: a terra … sem forma e vazia. Agora veja os dois exemplos abaixo:

2. “Quando ouviram a voz do Senhor Deus, que andava no jardim…” (Gen. 3:8)

3. “… Por que andas irado?…” (Gen. 4:6)

No exemplo 2, o verbo andar, da oração em destaque, tem o sentido de locomover-se, ir de um lugar para outro. É portanto um verbo que possui significado próprio. Se retirarmos esse verbo da frase, a mesma ficará sem sentido. Estamos diante de um verbo intransitivo.

No exemplo 3, o verbo andar indica o estado do sujeito (tu). No caso, Caim estava irado, com raiva. O sentido não é de locomover-se, mas de um estado interior de ira. Aqui, o verbo andar não é significativo. O peso do significado está na palavra irado. Portanto, estamos diante de um verbo de ligação.

Vemos que os verbos podem mudar de significado e isso influi diretamente no tipo de complemento que devemos usar e na sua classificação sintática. Por isso, devemos ficar atentos para o significado que apresentam em um determinado contexto a fim de classificarmos-los corretamente.

Exercícios.

Classifique o verbo em transitivo direto ou indireto e aponte o seu significado na oração;

1) Aspiramos o ar do campo. _____________________

significa: (   ) respirar        (   ) desejar        (   ) bocejar

2) Aspiramos a uma vida melhor. _________________________

significa: (   ) respirar       (   ) desejar       (   ) bocejar

3) Assistimos a um ótimo filme. _____________________

significa: (   ) morar       (   ) presenciar         (   ) acompanhar

4) O médico assiste o doente. ________________________

Significa: (   ) comparecer      (   ) prestar socorro, cuidar      (   ) residir

5) As crianças precisam de carinho. ______________________

Significa: (   ) necessitar       (   ) indicar com exatidão     (   ) pedir

6) Não posso precisar os termos da carta. ______________________

significa: (   ) necessitar      (   ) repetir com exatidão      (   ) testemunhar

7) Ela dispôs os objetos sobre a mesa. _____________________

significa: (   ) determinar       (   ) distribuir, organizar      (   ) possuir

8) Não disponho de dinheiro para a viagem. _____________________

significa:  (   ) possuir     (   ) distribuir       (   ) determinar

9) O regulamento dispõe sobre essa questão. ______________________

significa: (   ) organizar, arrumar    (   ) determinar      (   ) possuir

10) As despesas importaram em cinco milhões. ______________________

significa: (   ) preocupar    (   ) somar        (   ) comprar

11. Ninguém importou-se com suas queixas. ______________________

significa: (   ) somar      (   ) preocupar-se    (   ) comprar

12. O Brasil importa petróleo. ____________________

significa: (   ) preocupar-se     (   ) comprar       (   ) somar

13. O funcionário visou o cheque. ______________________

significa: (   ) apontar, mirar     (   ) desejar       (   ) dar o visto

14. Ele visou o alvo, com precisão. _____________________

significa: (   ) apontar, mirar    (   ) almejar      (   ) dar o visto

15. Visamos a um objetivo. _____________________________

significa: (   ) apontar       (   ) almejar, ter em vista      (   ) dar o visto

______________________________________________________________

GABARITO

  1. Aspiramos – transitivo direto. Respirar
  2. Aspiramos – transitivo indireto. Desejar
  3. Assistimos – transitivo indireto. Presenciar
  4. Assiste – transitivo direto. Prestar socorro, cuidar
  5. Precisam – transitivo indireto. Necessitar
  6. Precisar – transitivo direto. Repetir com exatidão
  7. Dispôs – transitivo direto. Distribuir, organizar
  8. Disponho – transitivo indireto. possuir
  9. Dispõe – transitivo indireto. Determina
  10. Importaram – transitivo indireto. Somar
  11. Importou-se – transitivo indireto. Preocupar-se
  12. Importa – Transitivo direto. Comprar
  13. Visou – transitivo direto. Dar o visto
  14. Visou – transitivo direto. Apontar, mirar
  15. Visamos – transitivo indireto. Almejar, ter em vista

_________________________________________________________

AUTO-AVALIAÇÃO

A. Baseado nas orações abaixo complete a afirmação:

Pedro chegou.   As crianças dormem.    Um avião caiu.

 

1) Os verbos em destaque são ______________ porque _______________ de outras palavras para completar o seu sentido.

B. Complete as orações abaixo, escolhendo as palavras adequadas a cada uma delas.

A avenida – Helena – tristeza – o queijo – uma lição – precisam – não precisam – intransitivos – transitivos
  1. Pedro sentiu ____________________
  2. Eu percorri _____________________
  3. O professor explicou ______________
  4. Você ama _______________________
  5. O rato roeu ______________________
  6. Os verbos das orações acima são ___________________ porque ______________ de outras palavras para lhes completar o sentido.

C. Sublinhe os verbos das orações abaixo e escreva nos parênteses se são transitivos ou intransitivos:

1) Nós terminamos o exercício. (_______________)

2) A criança sorriu. ( _________________)

3) Os moradores ouviram um grito. (_________________)

4) Os aluno entenderam a lição. (____________________)

5) O professor saiu. (__________________)

6) Ele perdeu seu dinheiro. (________________)

D. Sublinhe os verbos das orações e classifique-os em intransitivos, transitivos direto, transitivos indiretos ou bi-transitivos:

1)     Meu gato morreu.

2)     Nunca vi um ouriço.

3)     Você quer um sorvete?

4)     O Ernesto escorregou.

5)     Você gosta de circo?

6)     Não vendo minha bola

7)     Você acordou cedo.

8)     Quem sujou o tapete?

9)     O ônibus já partiu.

10)  O bezerro nasceu hoje.

11)  De repente, o ruído cessou.

12)  Preciso de paz.

13)  Perdi meu relógio.

14)  Não olhe para mim.

15)  Menino, corte o bolo!

16)  Já li esse livro.

17)  Eu pedi calma ao rapaz.

18)  Explique o caso a ela.

19)  Prometi um prêmio ao Luiz.

20)  Você fez loucuras.

21)  Já chegaram todos?

22)  Só comprei este disco.

E. Classifique o verbo em transitivo direto ou indireto e aponte o seu significado na oração;

1) Aspiramos o ar do campo. _____________________

significa: (   ) respirar        (   ) desejar        (   ) bocejar

2) Aspiramos a uma vida melhor. _________________________

significa: (   ) respirar       (   ) desejar       (   ) bocejar

3) Assistimos a um ótimo filme. _____________________

significa: (   ) morar       (   ) presenciar         (   ) acompanhar

4) O médico assiste o doente. ________________________

Significa: (   ) comparecer      (   ) prestar socorro, cuidar      (   ) residir

5) As crianças precisam de carinho. ______________________

Significa: (   ) necessitar       (   ) indicar com exatidão     (   ) pedir

6) Não posso precisar os termos da carta. ______________________

significa: (   ) necessitar      (   ) repetir com exatidão      (   ) testemunhar

7) Ela dispôs os objetos sobre a mesa. _____________________

significa: (   ) determinar       (   ) distribuir, organizar      (   ) possuir

8) Não disponho de dinheiro para a viagem. _____________________

significa:  (   ) possuir     (   ) distribuir       (   ) determinar

9) O regulamento dispõe sobre essa questão. ______________________

significa: (   ) organizar, arrumar    (   ) determinar      (   ) possuir

10) As despesas importaram em cinco milhões. ______________________

significa: (   ) preocupar    (   ) somar        (   ) comprar

11. Ninguém importou-se com suas queixas. ______________________

significa: (   ) somar      (   ) preocupar-se    (   ) comprar

12. O Brasil importa petróleo. ____________________

significa: (   ) preocupar-se     (   ) comprar       (   ) somar

13. O funcionário visou o cheque. ______________________

significa: (   ) apontar, mirar     (   ) desejar       (   ) dar o visto

14. Ele visou o alvo, com precisão. _____________________

significa: (   ) apontar, mirar    (   ) almejar      (   ) dar o visto

15. Visamos a um objetivo. _____________________________

significa: (   ) apontar       (   ) almejar, ter em vista      (   ) dar o visto

_________________________________________________________________________

GABARITO

Atribua 3,5 pontos para cada resposta correta na questão A; 1 ponto para cada resposta correta  nas questões seguintes. Se você conseguiu alcançar 80 pontos, parabéns! Você domina o conhecimento sobre esse assunto.

Questão A. 1 – intransitivos, não precisam

Questão B.

  1. Pedro sentiu tristeza
  2. Eu percorri a avenida
  3. O professor explicou uma lição
  4. Você ama Helena
  5. O rato roeu o queijo
  6. Transitivos – precisam

Questão C

1) Nós terminamos o exercício. (transitivo)

2) A criança sorriu. (intransitivo)

3) Os moradores ouviram um grito. (transitivo)

4) Os aluno entenderam a lição. (transitivo)

5) O professor saiu. (intransitivo)

6) Ele perdeu seu dinheiro. (transitivo)

Questão D

1)      Meu gato morreu. Intransitivo

2)      Nunca vi um ouriço. Transitivo direto

3)      Você quer um sorvete? Transitivo direto

4)      O Ernesto escorregou. intransitivo

5)      Você gosta de circo? Transitivo indireto

6)      Não vendo minha bola. Transitivo direto

7)      Você acordou cedo. intransitivo

8)      Quem sujou o tapete? Transitivo direto

9)      O ônibus já partiu. intransitivo

10)    O bezerro nasceu hoje. intransitivo

11)    De repente, o ruído cessou. intransitivo

12) Preciso de paz. Transitivo indireto

13) Perdi meu relógio. Transitivo direto

14)    Não olhe para mim. Transitivo indireto

15)    Menino, corte o bolo! Transitivo direto

16)    Já li esse livro. Transitivo direto

17)    Eu pedi calma ao rapaz. Bi-transitivo

18) Explique o caso a ela. Bi-transitivo

19) Prometi um prêmio ao Luiz. Bi-transitivo

20)    Você fez loucuras. Transitivo direto

21)    Já chegaram todos? intransitivo

22)    Só comprei este disco. Transitivo direto

Questão E

  1. Aspiramos – transitivo direto. Respirar
  2. Aspiramos – transitivo indireto. Desejar
  3. Assistimos – transitivo indireto. Presenciar
  4. Assiste – transitivo direto. Prestar socorro, cuidar
  5. Precisam – transitivo indireto. Necessitar
  6. Precisar – transitivo direto. Repetir com exatidão
  7. Dispôs – transitivo direto. Distribuir, organizar
  8. Disponho – transitivo indireto. possuir
  9. Dispõe – transitivo indireto. Determina
  10. Importaram – transitivo indireto. Somar
  11. Importou-se – transitivo indireto. Preocupar-se
  12. Importa – Transitivo direto. Comprar
  13. Visou – transitivo direto. Dar o visto
  14. Visou – transitivo direto. Apontar, mirar
  15. Visamos – transitivo indireto. Almejar, ter em vista

____________________________________________________________

LEITURA PARA REFLEXÃO

O PORTUGUÊS DA INTERNET

Você já acessou a “internet” hoje? Tudo em ordem com o seu servidor? Seu antivírus deletou todas as mensagens intrusas atochadas em sua caixa postal? Encriptou as mensagens e salvou como documento o que você descobriu enquanto navegava? Anexou ou atachou o que queria para seus destinatários preferidos?

Com a chegada da “internet”, o português recebeu do inglês, o latim do império e o esperanto da globalização, uma enxurrada de palavras – mais de duas mil – com as quais o habitante da Galáxia Gutemberg é obrigada a conviver e das quais precisa descobrir urgentemente o significado e sua aplicação. Estão estimadas em cerca de três mil as novas palavras indispensáveis.

Digamos que até a última década do século passado ainda era possível um vivente optar por viver sem computador. Desolado com tantos tropeços, comuns a todo início de caminho, o internauta exclamava: “Não sei como é que vivi sem computador até hoje!” E em seguida, exalava o contrário: “Não sei como é que vivo com computador!”

O paradoxo é este mesmo: ruim com ele, pior sem ele. Alguns jurássicos ainda insistem em ignorá-lo, esgueirando-se sorrateiros rente à escrivaninha, que não pode mais ter a antiga e bela forma, pois o novo eletroeletrônico exige móvel de estrutura e contornos diferenciados. E nem faltam esgares e muxoxos, comuns diante do que não se entende.

Você não gosta de computador? Mas seus filhos o adoram! Ele disputa com o telefone celular o primeiro lugar entre os fetiches do nosso tempo. O sistema – ou será a nova onda? – impôs os dois ícones.

Você ainda se lembra do sistema? Agora ele frequentemente está fora do ar, mas este não é mais aquele, o do complexo tecnológico e bélico de que tanto nos falavam quando éramos mais jovens, digamos assim. O sistema é primo do financeiro. Os dois juntos compõem a mais sólida dupla que tudo impede. Ou tudo resolve. E rapidamente.

Embora, claro, tudo dependa de quem esteja com o cabo do relho na mão. Se é você, o sistema e o financeiro são seus dois mais sólidos aliados. No Brasil, os novos capitães-do-mato, em vez de relho ou chicote, têm à mão um computador. Não batem em você. Basta que lhes seja informado o seu CPF ou CIC. O CIC faleceu, pobrezinho. Ficou o CPF. Ou o CNPJ.

Também estas reduções de palavras a simples iniciais é necessário entender, ao lado dos neologismos da tecnologia, do contrário o seu “browser” não poderá levá-lo aos altos mares da “internet” e conduzir seu frágil barquinho aos portos onde você precisa buscar as mercadorias que lhe faltam, todas disponíveis no comércio internacional, ainda que virtuais.

Para tanto, você precisa de um cartão! Não é o aumentativo de carta. Onipresente, o cartão substituiu até o dedo de sua Excelência, o juiz Armando Nunes Castanheira da Rosa Marques, que teve a coragem de expulsar o rei Pelé. Não há mais juízes como aquele! E os novos artilheiros comemoram com raiva, fazendo gestos obscenos, ostentando desprezo pelo ato amoroso, transformado em vingança. Substituíram aqueles homens alegres que comemoravam seus gols aos pulos, saltos e gritos, semelhando o rei Davi dançando um salmo, em louvor dos prazeres que o Senhor lhe concedia, ainda que por ínvios caminhos, como o amor da linda Betsabeia, aquela que tomava banho e se purificava na sacada de sua casa, em frente ao palácio, levando o monarca ao louco gesto de, por amor, matar o marido dela.

Ah, a astúcia feminina! Ah, as astúcias da lingua portuguesa. Devagarinho domará todas as novas palavras. Para isso precisa de tempo. Lembremos da lição do escritor italiano Giuseppe Tomasi di Lampedusa em O Leopardo: “Se quisermos que tudo permaneça como está, é preciso que tudo mude.”

(Deonísio da Silva. A Língua Nossa de Cada Dia. 1ª Edição, 2007, Novo Século Editora, Osasco, SP)

48 Comments

Leave a Reply