Ensino TécnicoTEXTOS PARA INTERPRETAÇÃO

TEXTO TÉCNICO PARA INTERPRETAÇÃO 12 – OS MÉTODOS DE ALFABETIZAÇÃO

By 7 de junho de 2013 No Comments

TEXTO TÉCNICO PARA INTERPRETAÇÃO 12 – OS MÉTODOS DE ALFABETIZAÇÃO: alfabético, fônico e silábico.

Os métodos de alfabetização podem ser agrupados em dois tipos:

1 – métodos sintéticos

2 – métodos analíticos

          Os métodos sintéticos são aqueles que partem de unidades menores – letras e fonemas – para as unidades maiores – sílabas, palavras e frases. Baseiam-se no ensino de elementos isolados, sem significado para a criança. Gradativamente, o professor leva a criança a reunir estes elementos para formar unidades maiores.

Exemplo de uso de método sintético.

  1. o professor apresenta a figura de um pato com a palavra PATO escrita ao lado e a letra P destacada.
  2. O professor parte do ensino da letra P;
  3. Ensina aos alunos várias outras letras (consoantes) além das vogais;
  4. Só depois de os alunos aprenderem algumas letras, o professor os conduz para a formação de sílabas e palavras usando as letras aprendidas: pa-to, ra-to, ga-to;

          Os métodos analíticos são aqueles que partem de unidades maiores – textos, frases e palavras – para unidades menores – sílabas, fonemas e letras. Esses métodos levam o aluno a destacar, nas unidades maiores, que têm significado, as unidades menores que as formam. A própria palavra “analítico” significa “dividido em partes menores”.

Exemplo de uso de método analítico.

  1. o professor apresenta para os alunos uma frase completa ao lado de uma figura de um menino jogando bola: A bola é do menino.
  2. O professor destaca, da sentença, a palavra BOLA, dividindo-a:

1o. – em sílabas: bo – la

2o. – em fonemas: [bê] – [o] – [lê] – [a]

 

MÉTODOS SINTÉTICOS DE ALFABETIZAÇÃO.

Os métodos sintéticos de alfabetização mais conhecidos são:

  1. método alfabético
  2. método fônico
  3. método silábico

1. Método alfabético

Características:

          Esse método baseia-se, como o nome indica, nas letras do alfabeto. Parte do ensino-aprendizagem, através da repetição, de cada uma das letras do alfabeto, combinado as consoantes com vogais para formar sílabas. O método alfabético é conhecido, tradicionalmente, como beabá e foi utilizado, no Brasil, até metade do século XX. Atualmente, esse método é raramente utilizado nas escolas das grandes cidades, mas ainda há professores que utilizam alguns dos seus procedimentos didáticos, mesclando-os em outros métodos.

          Procedimentos didáticos:

  1. Apresentação e aprendizagem do nome de cada letra e suas formas (maiúsculas e minúsculas). A ordem seguida na introdução das letras é a do alfabeto.
  2. As letras são combinadas entre si, principalmente vogais e consoantes, formando sílabas que devem ser pronunciadas pelos alunos. Exemplo: b + a = ba       b + e = be       b + i = bi     b + o = bo      b + u = bu
  3. As sílabas são treinadas separadamente e, só depois, reunidas para formar palavras. Exemplo: ba + ba = babá  be + ba = beba                       bo + ba = boba    be + be = bebe       be + be = bebé/bebê        bo + bo = bôbo/bobó
  4.  À medida que se vai avançando, no ensino de outras combinações de letras, vai-se ampliando a combinação de sílabas para formar novas palavras.
  5. O ensino da escrita é feito simultaneamente ao ensino da pronúncia das letras, acrescido dos sinais de acento circunflexo e agudo quando o som usado na palavra for fechado ou aberto.

Aspectos negativos do método:

          O método alfabético enfatiza o reconhecimento dos sons representados pelas letras. E é nesta ênfase que surgem os maiores problemas, pois nem sempre as letras correspondem aos sons que pronunciamos. Exemplo: na palavra casa, escrevemos S, mas pronunciamos [z] – [káza].

          Aspectos positivos do método:

          Com a combinação das letras para formar sílabas e destas para formar as palavras, a criança vai aprendendo a combinar letras e sílabas para formar palavras que possuem significado, além de proporcionar a aprendizagem da escrita correta dessas palavras.

 

2. O MÉTODO FÔNICO

          Características:

          O método fônico parte do ensino dos sons isoladamente, reunindo-os, depois, em sílabas. As sílabas serão reunidas para formar palavras que serão reunidas para a formação de pequenas frases. Também ficou conhecido como o método da abelhinha, porque os sons e as letras são apresentados através de uma história cujo personagem principal é uma abelha. Neste método, o professor deve saber articular os sons do alfabeto em português de modo que, ao ensiná-los à criança, esta consiga reproduzi-los corretamente fazendo a correspondência entre o som e sua representação gráfica.

Procedimentos didáticos:

  1. Ensino isolado de cada um dos sons, iniciando-se pelas vogais. O ensino da escrita das letras é feito simultaneamente ao da maneira correta de pronunciá-la.
  2. A introdução das consoantes é feita após a aprendizagem das vogais, combinando-se, então, o som das consoantes com o som das vogais.
  3. As sílabas são introduzidas depois que os alunos são capazes de reconhecer as combinações das vogais com três ou quatro consoantes diferentes.
  4. As sílabas introduzidas são combinadas para formar palavras.
  5. As palavras formadas são utilizadas para formar pequenas frases.

Aspectos negativos do método:

  1. O método fônico apresenta alguns problemas relacionados à identificação do som com a letra. Por exemplo: a vogal  e  pode ser pronunciada aberta  [ ε = é ]  ou fechada  [ e = ê ]  e na maioria das palavras a grafia utilizada é a mesma. Não há nenhum sinal externo que indique qual o som deve ser dado. Veja-se as palavras: sede (necessidade de beber água, o som do primeiro “e” é fechado) e sede (lugar principal, o som do primeiro “e” é aberto). Outro problema enfrentado é a identificação do mesmo som representado por letras diferentes. Exemplo: o som [ x ] pode aparecer representado por ch ou x: chave – xícara
  2. Há dificuldades de se levar o aluno a articular a pronúncia das consoantes, isoladamente, sem o apoio de uma vogal. Por exemplo, se queremos pronunciar o som oclusivo [ p ], só o conseguimos com o apoio de uma vogal [ ê ].
  3. Explora, durante muito tempo, unidades que não têm significado para o aluno.

Aspectos positivos do método:

  1. as crianças aprendem rapidamente a pronúncia e a grafia correta de palavras simples, isto é, as compostas apenas por uma consoante e uma vogal nas sílabas que a formam.

 

3. O MÉTODO SILÁBICO

          Características:

No método silábico, a unidade escolhida como ponto de partida é a sílaba. A utilização da sílaba como unidade está baseada no princípio de que as consoantes não podem ser articuladas sem o apoio da vogal. Este método é um dos mais usados, pela sua facilidade de aplicação.

Procedimentos didáticos:

  1. O primeiro passo é a apresentação das vogais: som e representação gráfica. Nesse estágio deve ser ensinado algumas palavras que são compostas apenas de vogais tais como: ai, ui, oi, ei, aí, eu.
  2. Em seguida, professor deve começar a apresentar a primeira consoante ( b )  acoplada às vogais: ba, be, bi, bo, bu.
  3. Quando as crianças já aprenderam a relacionar o som às letras das consoantes + vogais, o professor passará a apresentação de uma palavra ou frase (apoiada em ilustração ou figura) da qual destacará uma sílaba a ser utilizada para o ensino. Exemplo: O boi baba.
  4. Nessa fase, o professor deverá criar frases composta de palavras formadas com as sílabas a ser estudadas e que tenham significado. Entra aqui a criatividade do professor.
  5. A partir da apresentação das próximas consoantes ( c ) acopladas às vogais, vai se abrindo mais espaço para a formação de novas palavras: boca, cabo, bica, cubo, bico, etc.
  6. Cada palavra a ser aprendida deve ser acompanhada de sua figura ou ilustração.
  7. A apresentação das letras maiúsculas e minúsculas, tanto as de imprensa como as cursivas, deve acontecer simultaneamente ao ensino da escrita. Vale lembrar que a criança deve ser treinada para escrever as letras de modo cursivo e não deve acostumar-se apenas a escrever as letras de imprensa, pois isso lhe será cobrado ao longo da sua vida adulta, além do que a escrita de modo cursivo será a sua identidade pessoal.
  8. A introdução das famílias silábicas formadas por três letras tais como cha, pra, tra, lha, nha, será a última etapa e só deve ser feito quando o professor perceber que os alunos dominam a leitura das palavras formadas por sílabas simples ( C + V ).

Aspectos negativos do método:

  1. Explora inicialmente, unidades que não apresentam significado.
  2. Adia a leitura e escrita de interesse real ao aluno.

 

Aspectos positivos do método:

    1. Facilidade de aplicação porque é baseado nas famílias silábicas.
  • Proporciona ao aluno o aprendizado rápido da grafia e da leitura de palavras com significado através da junção das sílabas aprendidas.

 

 

Agora responda:

  1. Quais são os tipos de métodos de alfabetização?

 

2. Complete as frases:

a) Os métodos sintéticos partem das _________________ para o todo.

b) Os métodos analíticos partem do __________________ para as partes.

 

  1. Cite um aspecto positivo e um negativo do:

a)     método alfabético

b)     método fônico

c)     método silábico

 

  1. Escreva, nos parênteses, V ou F conforme sejam verdadeiras ou falsas as afirmativas:

a. (   ) O método alfabético ainda é muito utilizado.

b. (   ) Todos os métodos sintéticos apresentam, inicialmente, o problema de explorarem unidades

sem significado.

c. (   ) O método silábico é um dos mais usados pelos professores.

d. (   ) O método alfabético e o método fônico apresentam problemas semelhantes.

 

__________________________________________________________________________

 

Gabarito:

  1. sintéticos e analíticos.
  2. A) partes        b) todo
  3. A) Positivo: a combinação das letras e sílabas proporciona à criança a aprendizagem da formação e escrita correta de novas palavras.

Negativo: como o método enfatiza a correspondência entre o som e a letra que o representa, surgem dificuldades na aprendizagem das palavras cujo som utilizado na sua formação tem duas representações gráficas como s (com som de z) na palavra casa [kaza]

B)  Negativo: relacionamento de um som que possui duas ou mais representações gráficas.

Positivo: aprendizagem rápida da pronúncia correta e grafia das palavras.

C) Negativo: explora, inicialmente, unidades que não tem significado.

Positivo: facilidade de aplicação.

 

4. a. ( F )       b. ( V )        c. ( V )        d. ( V )

 

Leave a Reply