Ensino FundamentalTEXTOS PARA INTERPRETAÇÃO

TEXTO PARA INTERPRETAÇÃO 92 – INTERROGATÓRIO (Nível Fundamental)

By 26 de setembro de 2015 3 Comments

TEXTO PARA INTERPRETAÇÃO 92 – INTERROGATÓRIO (Nível Fundamental)

INTERROGATÓRIO

         A sala estava quente e já eram quatro horas naquele batido. Era a sexta testemunha:

– Seu nome?

– Quem? Eu?

– Sim, o seu nome.

– Joaquim.

– Joaquim de quê?

– Teixeira da Conceição. Joaquim Teixeira da Conceição.

– Brasileiro?

– Quem? Eu?

– Sim, naturalmente: o senhor.

– Sou, sim senhor.

– Nasceu em que Estado?

– Quem? Eu?

O juiz ia esquentando por dentro que nem caldeira. Forçou a calma.

– Quantos anos tem?

– Quem? Eu?

Explodiu lá da cadeira, o juiz:

– Não. Não é o senhor não. Eu!

O homenzinho olhou imperturbável. Reparou bem. Deu de ombros, e depois:

– Como é que eu posso saber a idade do senhor, doutor?

 (Newton Braga. Poesia e Prosa. Editora do autor, Rio de Janeiro)

Baseado no texto, responda:

1. Explique a expressão do texto: “…e já eram quatro horas naquele batido.”

2. O que revela a pergunta do interrogado “Quem? Eu?” após cada solicitação do juiz?

3. Como estava o juiz depois do terceiro Quem? Eu?

4. Que revelou o homenzinho com a última pergunta do texto?

__________________________________________________

Gabarito

1. A expressão significa que o juiz estava há quatro horas fazendo a mesma coisa – interrogando – e que esse trabalho era penoso.

 2. A pergunta do interrogado revela medo, timidez, insegurança, inexperiência diante da situação e a ideia de que não fazia parte do contexto.

 3. Estava perdendo a paciência e a calma.

 4. Revelou ingenuidade, inexperiência, atordoamento, além da total falta de entendimento da situação.

 

 

3 Comments

Leave a Reply