ATIVIDADES/EXERCÍCIOSMorfologia

ATIVIDADES-EXERCÍCIOS – PRONOMES

By 17 de setembro de 2015 40 Comments

ATIVIDADES/EXERCÍCIOS – PRONOMES

Prezado estudante, se você encontrar alguma dificuldade em responder aos exercícios sobre pronome, recomendamos que estude previamente os Roteiros de Estudo n° 20 e 21 que se encontram no arquivo Noções de Morfologia, publicado neste site.

1. Marque a alternativa que indica em qual classificação do pronome se encaixa a palavra grifada:

“Perto de casa havia um barbeiro que me conhecia de vista.”

a. (   ) indefinido           b. (   ) possessivo       c. (   ) interrogativo         d. (   ) pessoal oblíquo

2. Complete as lacunas com os pronomes oblíquos que substituam corretamente os de dentro dos parênteses (o, a, os, as, lhe, lhes) fazendo as modificações necessárias:

a. Dedico ________ um carinho especial. (a eles)

b. Enganaram _______ com certa facilidade. (ele)

c. Pretendo dizer ________ algumas verdades. (a elas)

d. Os deveres, fiz _________ com atenção. (eles)

e. Se precisares do material de desenho, manda buscar _________ (ele)

f. Mandei _______ flores. (a você)

g. A professora fez _________ devolver a caneta. (ela)

3. Preencha, corretamente, as lacunas com os pronomes “eu” ou “mim”:

a. Entregou o presente para ________

b. Esta fruta é para ______ comer?

c. Você nada poderá fazer por _______, infelizmente.

d. De ________ depende seu trabalho.

e. Isto é para _______ fazer amanhã cedo.

4. Escolha os pronomes demonstrativos (este(s), esta(s), esse(s), essa(s), aquele(s), aquela(s), aquilo) que preencham adequadamente as frases:

a) O diretor agarrou o conselheiro e disse-lhe _______ palavras: “Seu desempenho se tornou abominável.”

b) _______ notícia que ele propagou ontem pela manhã foi divulgada no jornal de ontem.

c) Divertimo-nos muito no ano passado. O motivo foi _________________ viagem que fizemos ao exterior.

d) Saí com meu filho mais novo e apresentei-o a um amigo, dizendo-lhe: “_________ é Fabiano.”

5. Coloque o número dentro do parêntese após cada palavra grifada indicando a sua classificação correta:

1. pronome pessoal          2. pronome demonstrativo      3. pronome possessivo

4. pronome indefinido    5. pronome interrogativo         6. pronome de tratamento

a) A sua (   ) memória é ótima!

b) Pensou que eu (   ) não estivesse em pleno gozo de minhas (   ) faculdades mentais.

c) Nada (   ) em teu ( ) organismo funciona direito.

d) Está sempre doente e este (   ) remédio não a (   ) cura.

e) Quem (   ) deu tal (   ) recado para ele (   )?

f) Para aquela (   ) mulher adoentada qualquer (   ) conforto é suficiente.

g) Quantos (   ) vivem aqui? Isto (   ) é um fim de mundo.

h) Vossa Senhoria (   ) não merece consideração.

6. Identifique com um traço embaixo, os pronomes pessoais e classifique-os como reto e oblíquo quando for o caso:
a. O mestre calou-se.
b. Eles se alegram em praticar o bem.
c. Peço-vos que aceiteis minha proposta.
d. Vim saber se tu precisas de mim.
e. Vejo-a sempre à saída do escritório.

7. Devemos empregar os pronomes oblíquos “lhe” ou “lhes” quando substituem um substantivo precedido das preposições “a” ou “para”, que indica o ser a quem se destina a ação. Baseado nessa informação faça a substituição correta das palavras entre aspas:

a) Vou dizer “a papai” o que penso sobre o assunto.

b) Dei “ao menino” um bonito presente.

c) Levei a carta “para mamãe”.

d) Já escrevi “a papai” pedindo mais dinheiro.

8. Devemos empregar os pronomes oblíquos o, a, os, as quando estiverem substituindo substantivos não precedidos de preposição (a, de, para, sobre, etc.). Baseado nessa informação faça a substituição correta das palavras entre aspas:

a) Examinei “o livro”.
b) Quebraste “a boneca”.
c) Leve “a boneca” para ser consertada.

9. Substitua as expressões entre aspas, por pronomes oblíquos adequados, fazendo as modificações necessárias:

a) Vou dar “a elas” a necessária atenção.

b) Prezo muito minha mãe: respeito “ela”, honro “ela”, obedeço “a ela”, e estimo “ela” de todo o coração.

c) Iludiram “ele” com muita facilidade.

d) Estas rosas são belas! Vou colher “elas”.

e) Mandei “a você” este recado.

f) O exercício está bem feito; fiz “ele” com capricho.

g) Vou levar “para ela” estes doces.

h) Já vou dizer “a vocês” o que pretendo.

i) Confio “a você” os meus segredos.

j) Quando precisares do livro, manda buscar “ele”.

k) Devemos conhecer nossos defeitos, mas o principal é corrigir “eles”.

l) Este livro foi muito elogiado; comprei “ele”.

m) A professora fez “ela” devolver o livro.



 

10. Substitua o pronome de tratamento existente na frase-modelo, de acordo com a autoridade indicada:

Pronome de tratamento usado para o Ministro do Trabalho: Tenho a honra de encaminhar a “V. Excelência” o processo solicitado.

a) Para um Reitor de Universidade_____________________________________________

b) Para um Arcebispo da Igreja Católica_________________________________________

c) Para um juiz de Vara Cível __________________________________________________

d) Para um governador _______________________________________________________

e) Para um rei ou imperador___________________________________________________

11. Preencha as lacunas com o pronome demonstrativo de acordo com a situação apresentada.

a) Você está escrevendo com um lápis. Você deve dizer: “Estou escrevendo com ______ lápis. (este, esse, aquele)

b) Você está estudando junto com um colega e precisa pegar a borracha dele emprestada. Você deve dizer: “Empreste-me _________ borracha.”(esta, essa, aquela)

c) Como você, pessoas de outros lugares também estudam. Conclui-se que __________ pessoas também estudam.

12. O texto abaixo é um fragmento do poema “Ou Isto ou Aquilo” de Cecília Meireles. Faça uma pequena redação, comentando as ideias da autora, o que ela quis transmitir nestes versos.

(…) Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo…

e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,

Se saio correndo ou fico tranquilo.

Mas não consegui entender ainda

Qual é melhor: se isto ou aquilo.

13. Escreva nas lacunas um pronome indefinido que se adeque à frase:

a) Batem à porta. Deve ser __________ que tem frio ou que procura ________ para comer.

b) Não faças a ___________ o que não queres que te façam.

c) Calma, pois até hoje _________________ chegou atrasado ao seu próprio enterro.

d) Na vida _________ passa.

e) Em __________ dias visito meus avós.

14. Preencha as lacunas com um pronome pessoal (reto ou oblíquo) adequado:

a) O sujeito era madrugador, vi ________ cedo na estrada da seringa.

b) O caboclo não sabe como ________ distraiu e deixou a vereda batida.

c) O pau era tão grosso, que quatro homens não ______ abarcavam.

d) Por uma fenda viu o interior do oco onde a onça agasalhara dois filhotes, e de longe ______ vigiava.

e) A onça espreitou pela fenda os filhotes que estavam agitados e veio ver o que ____ havia acontecido.

15. Preencha as lacunas com os pronomes EU ou MIM, de acordo com a situação que a frase exige:

a) Desejava os filhotes para _______

b) As paredes lisas eram o maior obstáculo para _______ sair de lá.

c) Ele contou para _______ o caso tal qual lhe relatei.

d) O que você pede é difícil para _______ resolver sozinho.

e) De _______ depende seu sucesso.

16. Reescreva as frases, substituindo as expressões grifadas por pronome demonstrativo adequado:

a) O carro que aqui está é o meu.

b) De quem é o pente que está em sua mão, Ziloca?

c) Que é a coisa que você está olhando, Eva?

d) De onde vieram as mesas que estão lá na sala?

17. Passe um traço embaixo dos pronomes indefinidos e interrogativos existentes nas frases, escrevendo essa classificação dentro do parêntese:

a) Quem me pediu para trocar mil reais? ( ___________________ )

b) Quem tudo quer, tudo perde. ( ____________________ )

c) Que lotação é essa? ( _____________________ )

d) Alguém deve trocar este dinheiro! ( _____________________ )

e) Quais obrigações tenho eu? ( ________________________ )

f) Não sei quem entrou. ( _______________________ )

g) Quanto deseja de troco? ( _____________________ )

h) Quanta paciência se deve ter! ( _____________________ )

18. Classifique os pronomes grifados utilizando o número correspondente à sua classificação:

    1. demonstrativo       2. Possessivo       3. Indefinido         4. Interrogativo

a. (   ) Alguma coisa estava errada.

b. (   ) Isso é lamentável!

c. (   ) O senhor nunca esqueceu nada na vida?

d. (   ) Procura outra vez, rapaz.

e. (   ) Quem vai me pagar?

f. (   ) Vou buscar meu dinheiro.

g. (   ) Este carro é de você, usem-no.

h. (   ) Nenhum cavalheiro é digno dela.

i. (   ) Que queres aqui?

j. (  ) Aquilo me comoveu.

19. No texto abaixo, identifique os pronomes demonstrativos, possessivos e indefinidos colocando-os numa lista:

Estudando, conseguiremos tudo; mas há muita gente que pensa que temos cabeça apenas para usar chapéu. Nosso dever não deve ser esquecido, porque só estudando é que conseguiremos o que queremos.

a. pronomes demonstrativos _________________

b. pronomes possessivos ____________________

c. pronomes indefinidos _____________________

20. Passe um traço embaixo dos pronomes e identifique sua classificação com:

1. pronome adjetivo indefinido       2. Pronome substantivo indefinido

a. (   ) Vários alunos nos procuraram.

b. (   ) Outros gritaram de dor.

c. (   ) Muitos anúncios foram feitos.

d. (   ) Algo estava errado.

e. (   ) Conheço alguns métodos empregados.

f. (   ) Poucos alunos receberão o livro.

21. Complete com um pronome indefinido adequado ao sentido da frase:

a) Pai, você tem ______________ dinheiro aí? Xi, filho. Não tenho_________

b) Quero _________ açúcar. Você pôs ___________

c) Não encontrei ____________, a casa estava vazia e __________ deixou a torneira do quintal aberta.

d) Foi uma grande enchente; nunca vi __________ água em minha vida.

e) O pão nosso de ______ dia, dai-nos hoje.

f) _______ me disse que a festa agradou a ______ e que havia ___________ pessoas muito bem vestidas.

22. Identifique os pronomes que aparecem nas frases, classificando-os de acordo com a classificação abaixo:

Pron. demonstrativo Pron. possessivo Pron. indefinido Pron. interrogativo Pro. Pessoal reto Pron. pessoal oblíquo Pron. relativo

a) João Brandão não queria para seus amigos o que não queria para si.
b) Mas quem vai prender homem de tantas qualidades? Ninguém.
c) Qualquer brinquedo o fazia feliz e isso deixava seus pais maravilhados.
d) Essa candidata é a que possui melhores qualidades.
f) …e, com toda a minha força, empurrei-a para fora.
g) …e fazia-se de sua passagem uma espécie de relógio de todas as atividades.
h) Alguém perguntou por ti.
i) Que mal te fiz eu?
j) Quanto vale o meu carro?
k) Aquilo é uma terra de línguas peçonhentas.
l) Tudo quanto existe é obra de Deus.
m) Vi um rosto que era seu.
n) Algo de novo aconteceu.

_________________________________________________________________

GABARITO:

Questão 1. Alternativa D

Questão 2) a. Dedico-lhes um carinho especial.

b. Enganaram-no com certa facilidade.

c. Pretendo dizer-lhes algumas verdades.

d. Os deveres, fi-los com atenção.

e. Se precisares do material de desenho, manda buscá-lo.

f. Mandei-lhe flores.

g. A professora fê-la devolver a caneta.

Questão 3.

a) Entregou o presente para mim.

b) Esta fruta é para eu comer?

c) Você nada poderá fazer por mim, infelizmente.

d) De mim depende seu trabalho.

e) Isto é para eu fazer amanhã cedo.

Questão 4.

a) O diretor agarrou o conselheiro e disse-lhe estas palavras: “Seu desempenho se tornou abominável.”

b) Essa notícia que ele propagou ontem pela manhã foi divulgada no jornal de ontem.

c) Divertimo-nos muito no ano passado. O motivo foi aquela viagem que fizemos ao exterior.

d) Saí com meu filho mais novo e apresentei-o a um amigo, dizendo-lhe: Este é Fabiano.”

Questão 5.

a) A sua ( 3 ) memória é ótima!

b) Pensou que eu ( 1 ) não estivesse em pleno gozo de minhas ( 3 ) faculdades mentais.

c) Nada ( 4 ) em teu ( 3 ) organismo funciona direito.

d) Está sempre doente e este ( 2 ) remédio não a ( 1 ) cura.

e) Quem ( 5 ) deu tal ( 2 ) recado para ele ( 1 )?

f) Para aquela ( 2 ) mulher adoentada qualquer ( 4 ) conforto é suficiente.

g) Quantos ( 5 ) vivem aqui? Isto ( 2 ) é um fim de mundo.

h) Vossa Senhoria ( 6 ) não merece consideração.

Questão 6.
a. O mestre calou-se. (se – pronome pessoal oblíquo)
b. Eles se alegram em praticar o bem. (eles – pronome pessoal reto; se – pronome pessoal oblíquo)
c. Peço-vos que aceiteis minha proposta. (vos – pronome pessoal oblíquo)
d. Vim saber se tu precisas de mim. (tu – pronome pessoal reto; mim – pronome pessoal oblíquo)
e. Vejo-a sempre à saída do escritório. (a – pronome pessoal oblíquo)

Questão 7.

a) Vou dizer-lhe o que penso sobre o assunto.

b) Dei-lhe um bonito presente.

c) Levei-lhe a carta.

d) Já escrevi-lhe pedindo mais dinheiro.

Questão 8.     a) Examinei-o.        b) Quebraste-a.        c) Leve-a para ser consertada.

Questão 9.

a) Vou dar-lhes a necessária atenção.

b) Prezo muito minha mãe: respeito-a, honro-a, obedeço-lhe, e estimo-a de todo o coração.

c) Iludiram-no com muita facilidade.

d) Estas rosas são belas! Vou colhê-las.

e) Mandei-lhe este recado.

f) O exercício está bem feito; fi-lo com capricho.

g) Vou levar-lhe estes doces.

h) Já vou dizer-lhes o que pretendo.

i) Confio-lhe os meus segredos.

j) Quando precisares do livro, manda buscá-lo.

k) Devemos conhecer nossos defeitos, mas o principal é corrigi-los.

l) Este livro foi muito elogiado; comprei-o.

m) A professora fê-la devolver o livro.

Questão 10.

a) Para um Reitor de Universidade: Tenho a honra de encaminhar a Vossa Magnificência. (obs. Deve ser escrito por extenso)

b) Para um Arcebispo da Igreja Católica: Tenho a honra de encaminhar a V. Ex. Rev. (Vossa Excelência Reverendíssima)

c) Para um juiz de Vara Cível: Tenho a honra de encaminhar ao MM. (Meritíssimo)

d) Para um governador: Tenho a honra de encaminhar a V. Ex. (Vossa Excelência)

e) Para um rei ou imperador: Tenho a honra de encaminhar a V. A. (Vossa Alteza)

Questão 11.    a) este       b) essa     c) aquelas

Questão 12. Resposta pessoal.

Sugestão de resposta: A autora sugere, no emprego dos pronomes isto ou aquilo, que não sabe realmente o que fazer, que vive escolhendo por estar em dúvida. Justamente, por estar em dúvida, se situa numa posição vaga e não sabe qual o melhor para ela – se isto ou aquilo, se o presente ou o passado, se o mais próximo ou o mais distante, se o menos importante ou o mais importante. A mensagem do texto nos sugere a terrível dúvida que todos nós, vez por outra, sentimos diante da vida, representada pelos pronomes isto ou aquilo.

Questão 13.

a) Batem à porta. Deve ser alguém que tem frio ou que procura algo para comer.

b) Não faças a ninguém o que não queres que te façam.

c) Calma, pois até hoje ninguém chegou atrasado ao seu próprio enterro.

d) Na vida tudo passa.

e) Em alguns dias visito meus avós.

Questão 14.

a) O sujeito era madrugador, vi-o cedo na estrada da seringa.

b) O caboclo não sabe como se distraiu e deixou a vereda batida.

c) O pau era tão grosso, que quatro homens não o abarcavam.

d) Por uma fenda viu o interior do oco onde a onça agasalhara dois filhotes, e de longe ela os vigiava.

e) A onça espreitou pela fenda os filhotes que estavam agitados e veio ver o que lhes havia acontecido.

Questão 15.

a) Desejava os filhotes para mim.

b) As paredes lisas eram o maior obstáculo para eu sair de lá.

c) Ele contou para mim o caso tal qual lhe relatei.

d) O que você pede é difícil para eu resolver sozinho.

e) De mim depende seu sucesso.

Questão 16.

a) Este carro é o meu.

b) De quem é esse pente, Ziloca?

c) Que é isso, Eva?

d) De onde vieram aquelas mesas?

Questão 17.

a) Quem me pediu para trocar mil reais? ( interrogativo )

b) Quem tudo quer, tudo perde. ( indefinido )

c) Que lotação é essa? ( interrogativo )

d) Alguém deve trocar este dinheiro! ( indefinido )

e) Quais obrigações tenho eu? ( interrogativo )

f) Não sei quem entrou. ( indefinido )

g) Quanto deseja de troco? ( interrogativo )

h) Quanta paciência se deve ter! ( indefinido )

Questão 18.

a. 3   b. 1     c. 3     d. 3   e. 4     f. 2     g. 1     h. 3     i. 4       j. 1

Questão 19.

a. pronomes demonstrativos: …conseguiremos o que queremos…

b. pronomes possessivos: Nosso dever…

c. pronomes indefinidos: …conseguiremos tudo, mas há muita gente…

Questão 20.

a. ( 1 ) Vários alunos nos procuraram.

b. ( 2 ) Outros gritaram de dor.

c. ( 1 ) Muitos anúncios foram feitos.

d. ( 2 ) Algo estava errado.

e. ( 1 ) Conheço alguns métodos empregados.

f. ( 1 ) Poucos alunos receberão o livro.

Questão 21.

a) Pai, você tem algum dinheiro aí? Xi, filho. Não tenho nada / nenhum.

b) Quero pouco / muito açúcar. Você pôs muito / pouco.

c) Não encontrei nada, a casa estava vazia e alguém deixou a torneira do quintal aberta.

d) Foi uma grande enchente; nunca vi tanta água em minha vida.

e) “O pão nosso de cada dia, dai-nos hoje”.

f) Alguém me disse que a festa agradou a todos / muitos e que havia muitas / várias pessoas muito bem vestidas.

Questão 22.
Pron. demonstrativo Pron. possessivo Pron. indefinido Pron. interrogativo Pro. Pessoal reto
Pron. pessoal oblíquo Pron. Relativo

a) João Brandão não queria para seus amigos o que não queria para si.
seus – pron. possessivo o que – pron. relativo si – pron. pessoal oblíquo

b) Mas quem vai prender homem de tantas qualidades? Ninguém.
quem – pron. interrogativo ninguém – pron. indefinido

c) Qualquer brinquedo o fazia feliz e isso deixava seus pais maravilhados.
qualquer – pron. indefinido o – pron. pessoal obliquo isso – pron. demonstrativo seus – pron. possessivo

d) Essa candidata é a que possui melhores qualidades.
Essa – pron. demonstrativo a que – pronome relativo

f) …e, com toda a minha força, empurrei-a para fora.
minha – pron. possessivo a – pron. pessoal obliquo

g) …e fazia-se de sua passagem uma espécie de relógio de todas as atividades.
sua – pron. possessivo todas – pron. indefinido

h) Alguém perguntou por ti.
Alguém – pron. indefinido ti – pron. pessoal obliquo

i) Que mal te fiz eu?
que – pron. interrogativo te – pron. pessoal obliquo eu – pron. pessoal reto

j) Quanto vale o meu carro?
Quanto – pron. interrogativo meu – pron. possessivo

k) Aquilo é uma terra de línguas peçonhentas.
aquilo – pron. demonstrativo

l) Tudo quanto existe é obra de Deus.
Tudo – pron. indefinido quanto – pron. demonstrativo

m) Vi um rosto que era seu.
que – pron. relativo seu – pron. possessivo

n) Algo de novo aconteceu.
algo – pron. indefinido

40 Comments

Leave a Reply